A nova Lei Geral de Proteção de Dados vai trazer novidades para a economia pois dados pessoais de usuários vão receber tratamento específico, sempre de acordo com o que a legislação estabeleça, sob risco de aplicação de multa em caso de descumprimento.

Na área da saúde, o dever de sigilo quanto às informações dos pacientes é antigo, já que normas estabelecidas no Código de Ética Médica — recém-atualizado em 2019 — sempre estabeleceram essa necessidade. Mesmo assim, há riscos para as instituições de saúde de acordo com o sistema de proteção de dados adotado, que geralmente não é capaz de evitar ataques de hackers em busca de dados de pacientes ou vazamento de informações por  parte de funcionários.

A fragilidade dos recursos tecnológicos de segurança em hospitais, clínicas e laboratórios representa uma ameaça significativa de prejuízo financeiro, caso multas passem a ser aplicadas por descumprimento da legislação ou vazamento de dados ocorram, gerando dano à imagem dos pacientes. É imprescindível que a área da saúde aprimore sistemas de proteção e estabeleça rotinas para o adequado tratamento dos dados dos pacientes.

(Fonte: portal Saúde Business)

Conheça nossa equipe e fique por dentro das nossas redes sociais!

Instagram.com/ZilvetiAdvogados