Uma investigação da Polícia Federal, iniciada a partir da troca de informações com a agência americana de Combate às Drogas, descobriu um esquema de desvio de medicamentos controlados da Santa Casa de SP. O medicamento desviado, conhecido como fentanil, é um potente analgésico utilizado com frequência por traficantes nos EUA para potencializar os efeitos da cocaína e da heroína. A apuração revelou que funcionários da Santa Casa desviavam ampolas e realizavam as vendas pela internet.

O caso da Santa Casa evidencia dois problemas: ausência de uma análise dos riscos aos quais a entidade está sujeita e falta de mecanismos que evitem desvios de condutas. Pela natureza do medicamento, que é altamente controlado pelas autoridades públicas, é indispensável que as entidades estabeleçam controles rígidos de entrada e saída deste tipo de substância, de modo a ter registrada a circulação de frascos dentro dos hospitais.

Hospitais também devem analisar minuciosamente as atividades para identificar os riscos mais relevantes quanto a: medicamentos controlados, qualidade técnica dos profissionais e equipamentos e tratamento de dados pessoais dos pacientes. O mapeamento é essencial para a elaboração de estratégias que reduzam as ocorrências de erros.

(Fonte: UOL Notícias)

Conheça nossa equipe e fique por dentro das nossas redes sociais!

Instagram.com/ZilvetiAdvogados